Se

Se eu pudesse atravessar o vazio
Se eu pudesse tocar o esquecido
Se seu soubesse da vida ao lado
Se eu pudesse guardar semente.

Se os olhos límpidos acreditassem
Se os olhos míopes enxergassem
Se os olhos se conservassem vivos
Se os olhos não fossem ingênuos

Se os dias fossem diferentes
Se os meses durassem o meu tempo
Se os anos não fossem tão rígidos.
Guardaria bons momentos

Se as noites fossem seguras
Se não mais houvesse o escuro
Se as luzes indicassem caminhos
Enfrentaria os piores pensamentos.

Se o universo prenhe de outros mundos,
Se, como tornado girando silente, seu olho
Se indiferente olha o grão que sou eu
Seria pleno em seu centro.

E nada pensado existiria
E o calor das estrelas seria frio
E a impressionante vida e seus ambientes
Não existiram sem meus olhos existentes.
Meus olhos criam.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s