Abandono

Os olhos anseiam vida
Sabem da mão cruel
O corpo magro não se sustenta
É ser humano?
Talvez, resposta de abandono.
Não está longe o corpo maltratado
Espelho de outros esquecidos
Não mora em planeta inexplorado.
Está quase ao lado
Deste lugar onde vivo(!)
Desconheço seus pensamentos.
É folha de jornal!
Sua dor vende hoje
Amanhã, outra imagem!
Bombas distantes
Não atingem a tv, mas
Movem o mundo
Assisto a tudo com sentimento ocidental.
Se a cena incomoda
Mudo a página ou canal.
Beberico álcool. Tudo bem!
O mundo tem tantos deuses
Tão armados!
Tão cheios de vaidades
E rancor.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s